albatroz - images, songes & poésies

albatroz - images, songes & poésies

mário branco / sergio godinho, eh!companheiro

Eh! Companheiro


Lena d’Água, Manuel Freire, Samuel, Vitorino
(José Mário Branco / Sérgio Godinho - Orq. Maestro José Marinho)

Eh! Companheiro aqui estou
aqui estou p’ra te falar
Estas paredes me tolhem
os passos que quero dar
uma é feita de granito
não se pode rebentar
outra de vidro rachado
p’rás duas pernas cortar

Eh! Companheiro resposta
resposta te quero dar
Só tem medo desses muros
quem tem muros no pensar
todos sabemos do pássaro
cá dentro a qu’rer voar
se o pensamento for livre
todos vamos libertar

Eh! Companheiro eu falo
eu falo do coração
Já me acostumei à cor
desta negra solidão
já o preto que vai bem
já o branco ainda não
não sei quando vem o vento
pra me levar de avião

Eh! Companheiro respondo
respondo do coração
ser sózinho não é sina
nem de rato de porão
faz também soprar o vento
não esperes o tufão
pôr sementes do teu peito
nos bolsos do teu irmão

Eh! Companheiro aqui estou
aqui estou p’ra te falar
De toda a parte me chamam
não sei p’ra onde me virar
uns que trazem fechadura
com portas para espreitar
outros que em nome da paz
não me deixam nem olhar

Eh! Companheiro resposta
resposta te quero dar
Portas assim foram feitas
p’ra se abrir de par em par
não confundas duas coisas
cada paz em seu lugar
pela paz que nos recusam
muito temos de lutar.

Eh! Companheiro aqui estamos!

[Lena d’Água, Manuel Freire, Samuel, Vitorino]



28/12/2006
0 Poster un commentaire

A découvrir aussi


Inscrivez-vous au blog

Soyez prévenu par email des prochaines mises à jour

Rejoignez les 830 autres membres