albatroz - images, songes & poésies

albatroz - images, songes & poésies

bras da costa - está tudo ligado

está tudo ligado

 

 

 

está tudo ligado, filha,
os gajos do irs devem ter sabido
que andavas a apostar repetidamente
na derrota de portugal nas meias finais do euro, em sites
de apostas desportivas inglesas & mexicanas.
E eles souberam, que nao só estás a apostar repetidamente,
mas avanças somas faraónicas, probavelmente em nome
dos teus colegas de escritório que terás aliciado
dando-lhes garantias galopantes e estupefiantes.
Outra hipotese seria
, se formos dar ouvidos
aos rumores mais recentes que circulam na bolsa de lisboa,
que terias hipotecado os teus terrenos calvos e selvagens
da ilha dos profetas.
A este proposito, o irs terá já ouvido
em conferência privada o coronel varela, que
para impressionar, apareceu à convocatória de maca
e ambulância com as vuvuzelas a ganir
deitando por terra o carácter sigilioso do acto patriótico...
(c'un raio, o varela é sempre o mesmo !)
 

Estou convencido que eles quiseram saber
a origem dessas somas e por que vias teriam transitado;
assim se explicaria a presença no teu domicilio de um tal
zavarof,
agente russo bem conhecido nos meios turfistas
de hong-kong, um aventureiro fichado no facebook
como enrrabador profissional das mais dignas causas
beneméritas e caritativas
d'aquém & d'além mar,
este patife tem as suas entradas no gang dos caes da noite.
Gang esse, diga-se de passagem,
que tem vindo a terrorisar os bairros periféricos de zazaville
numa procura afanosa de cadelas com cio.
Evoca-se a este propósito,
o papel crescente da mafia chinesa nas entranhas
do crime organizado local que, pra tristeza de todos nós,
está a perder dia a dia os seus perdicados nacionais.
 
 
Nesta ordem de ideias, a recente viagem do bolinhas à lapónia,
nao seria um simples delírio climatérico

ou uma bizarria gerontocrática passageira, ou ainda
uma simples bacoquice de que é useiro e vezeiro,
como tentou acreditá-lo a imprensa local,
sempre, incansavelmente, atrás da rolha...
farejando, meio desvairados, a pista dos 600 mil euros
que o bolinhas gasta por ano em viagens de lazer e inspiraçao
politica banana ( Saiba-se, que as nossas exportaçoes
deste produto - a rolha - pró mercado mundial
baixou pra 61,86%, enquanto que a exportaçao de branco,
tinto & e outros spirituosos,
iniciada durante o império romano, disparou pra 89%;
o plástico explicaria tudo, dizem).
 

No decorrer do teu interrogatorio
dirigido pelo sibilino inspector esteves,

no papel do policia bom, ele teria duvidado
acentuadamente, tremendamente,
da qualidade dos teus sentimentos patrióticos.
Apostar na derrota da nossa selecçao... repetia ele cabisbaixo
e lacrimoso, deixando escarpar-se sobre o tampo
da sua escrevaninha em manganolio massiço,
os cinco dedos da mao direita, num tamburinar subtil... e depois
os cinco dedos da mao esquerda em contra-ponto...
A nossa derrota, mae, ó mae... ó mae de todas as dores,
ó mae de vila nova de conde !...
Oiça, dona,
você dá-se conta pra onde isto ia... se a populaçao
se apoderasse de atitudes antipatrióticas como as as suas ?!...
agora, que já nao se vêm tantas bandeiras à janelas das nossas casas portuguesas concerteza e,
poucos sao os ambrósios com garrafoes de 5 litros na cabeça,
a servir de boné sem pala !
só faltava esta, apostar na nossa derrota....
daaaaaaaaaaaasse!...
 

Tu, do outro lado da mesa, uma vez assentada sobre
a nagueda esquerda outra vez sobre a direita,
uma vez roendo o mindinho esquerdo
até ao sange, outra vez o polgar direito até ao osso,
tu
escumavas de raiva,
vociferando :
qual patriótico, qual quê ?! home d'un raio ! carneiro patenteado
pela fundaçao soares !
va catar macacos pra lapónia, seu corno, seu lusitano préhistorico !
...mas já agora, diga-me : patriótico como é, você ó esteves !
que está à espera pra meter no chelindró
o fernando, o vosso santos nacional que anda a treinar
os gregos neste euro dominado pelo nosso querido bananeiro
nacional, o gajo do golo certo no sitio certo, hein?!...
(se bem que,
diga-se entre nós, sem a intelegência do nani,
os outros nao seriam mais que uma cambada
de avestruzes desvairadas)
mas, voltando à vaca fria, dizia eu, seu estupor :
os gregos, esses mesmos gregos que nos frustaram
(para nao dizer outra coisa), da vitória final no euro 2004!...
pois é o vosso mercenário,
o vosso silva nacional que anda a treinar esses gajos, pá !...
 

...chegados a este ponto rebuçado,
o esteves deixou escapar um suspírio de alivio,
um meio sorriso semelhante a um esgar de vitória iluminou-lhe
a fronha policial,
o tamburinar repetitivo da massa dedal quedou-se e...
afável como um antêntico carneiro de panurge,
deixou escapar entre os dentes :
ó pestaninha, você nao é assim tao mázinha como parece, filha...
pra bem da naçao, pra bem de todos nós, podemos
e devemos encontrar uma soluçao, um compromisso...
senao, dona...
vejo-me obrigado a chamar o arménio, pecebe ?...
Apezar de tudo,
o esteves na sua bem conhecida grande benevolência
de policia bom,perante a tua teimosia... prókubana mas
prókubana tout de même,
de que exigistes um rasto escrito no processo-verbal
e que no contexto nao se percebe bem porquê;
e ainda pra dar um exemplo salutar à naçao,
actualmente tao confrangida com o terror verbal da troïka
germânica (o que será, quando fôr a sério...),
o esteves,
teve de te condenar

a 10 hinos nacionais e 3 aves marias à nossa senhora das taipas,
a tao badalada senhora padroeira dos remediados honestos
& dos mendigos da quarta-feira de cinzas,
uma vez por dia e de joelhos, sff.
 

O inspector arménio, no papel do policia mau, terá comentado
c'ús colegas afichando um acentuado sorriso irónico mau :
a pestaninha, safa-se bem ....

Como te dizia, filha,
está tudo ligado
 
Bras da Costa
 
porto santo
junho 2012


02/07/2012
0 Poster un commentaire

A découvrir aussi


Inscrivez-vous au blog

Soyez prévenu par email des prochaines mises à jour

Rejoignez les 826 autres membres