albatroz - images, songes & poésies

albatroz - images, songes & poésies

jorge sousa braga, o lírio que há no delírio

Em frente à casa amarela em Arles havia um canteiro de lírios. Ou seria na cabeça amarela de Van Gogh que esses lírios floresciam? Inclino-me mais pela segunda hipótese. Ou não sofresse Van Gogh delírios. 

 

Gostaria de ter sido um girassol. Um girassol hirto no seu caule, de longas folhas verdes desajeitadas e uma enorme corola doirada, seguindo cegamente o sol. Estou só e a minha cabeça explode em milhões de girassóis.

 

Sou eu, mas eu louco. Observou Van Gogh ao ser confrontado com o quadro de Gauguin. Se os questionassem, que teriam dito os girassóis? Somos nós, mas nós loucos. Van Gogh bebera o amarelo doirado dos girassóis e os girassóis a sua loucura.

Jorge Sousa Braga

De: "O lírio que há no delírio"



29/12/2006
0 Poster un commentaire

A découvrir aussi


Inscrivez-vous au blog

Soyez prévenu par email des prochaines mises à jour

Rejoignez les 828 autres membres